Carregando...

A Diferença em Valores Nutricionais entre Raw Food

A diferença em valores Nutricionais entre Raw Food (Alimentação Crua) e Alimentos Cozidos (Cooked)

À alimentação crua e viva fornece a força vital necessária para que o nosso organismo funcione na melhor condição.

cozido ou cru

Alimentos cozidos começam perdendo enzimas, água, oxigênio, fitonutrientes e energia bioelétrica quando aquecemos nossos alimentos acima de 47°C (O termo bioeletricidade atrela-se usualmente aos potenciais eléctricos e correntes eléctricas que são produzidos ou que ocorrem em organismos vivos. Os potenciais são gerados por uma diversidade de processos biológicos). Comendo alimentos cozidos, estes interferem com a habilidade dos alimentos serem assimilados como nutrientes úteis. Radicais livres são formados no corpo; ácidos graxos são transformados em ácidos graxos trans, comprometendo assim a respiração celular. (Respiração celular é o processo de conversão das ligações químicas de moléculas ricas em energia que poderão ser usadas nos processos vitais). As proteínas se tornam difíceis de digerir e podem resultar em alergias alimentares. Os açúcares nos carboidratos são mudados. Gorduras cozidas, carboidratos e proteínas deixam o sangue mais espesso e pegajoso causando a síndrome de Hughes (Síndrome do sangue pegajoso) que provoca um excesso de coagulação do sangue e a ocorrência de tromboses.

O corpo se torna fadigado depois de uma refeição cozida e dirige a sua energia para gerar enzimas que foram perdidas pelo cozimento. Este processo continuo ao longo dos anos, acelera o processo de envelhecimento e contribui para o aparecimento de doenças degenerativas. Leucocitoses é o aumento dos glóbulos brancos que correm para o intestino os nutrientes dos alimentos foram alterados pela cocção e são vistos como invasores. Leucocitoses é a primeira resposta no processo inflamatório. Em contraste a tudo isto, os alimentos crus não produzem inflamação.

Á Alimentação crua e viva tem: enzimas digestivas, fornecem oxigênio para o organismo e tecidos e limpa a corrente sanguínea a traves da ingestão de clorofila, a qual rica em magnésio proveniente das folhas verdes. Fornece nutrientes vitais para o sistema endócrino e nervoso, isto é encontrado nos brotos, sementes e folhas.

Comida crua versus comida cozida
O que eu como?

(Sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas que apresentam como atividade característica a produção de secreções denominadas hormônios,). Comendo alimentos crus, o corpo é capaz de assimilar o que precisa e eliminar o resto. O corpo pode se curar por si mesmo se nos eliminamos toxinas e fornecemos uma grande quantidade de nutrientes.

Comendo alimentos cozidos e processados é um obstáculo definitivo para construir um sistema imunológico forte. Toxicidades e deficiências enzimáticas nesta alimentação nos levam condições tóxicas e doenças. Todo o trabalho gasto na digestão destes alimentos esgotam toda a energia necessária para lutar contra infecções. Comendo Raw Food a digestão é suave e fácil de assimilar, nos dando a energia necessária e um grande impulso ao funcionamento do sistema imunológico.

Antonio Fischer: Nutricionista do Match Point SpaWellness Center
Pós Graduado em Alimentos Funcionais e Qualidade de vida Unasp
Raw Food Chef by Graff Academy of Raw Food Nutrition USA
Nutrição de Alta Qualidade

Spa Phone: 55 11 4584-2154

Fitonutrientes

O que são Fitonutrientes? 

Veja onde encontra-los e seus benefícios para a saúde!

fitonutrients

Os fitonutrientes são substâncias bioativas encontradas nos vegetais. Eles são compostos fundamentais para o bom funcionamento do organismo. Saiba mais!

O grupo dos fitonutrientes é composto pelas substâncias: isoflavonas, carotenoides, flavonoides e terpenos, compostos naturais bioativos encontrados nos vegetais, em suas mais diversas cores. Segundo a nutricionista Cristiane Coronel, os fitonutrientes são fundamentais para tornarem o nosso organismo mais saudável e também agregarem benefícios à uma rotina alimentar saudável:

fitonutrientes-2A principal função dos fitonutrientes é reduzir o estresse oxidativo, a formação de radicais livres no organismo, protegendo as células, otimizando o metabolismo e também atuando tanto na queima de gordura corporal quanto no ganho de massa magra”, explica a profissional destacando os principais alimentos que podemos encontrá-los:

Fitonutrientes: Em quais alimentos podemos encontrar?

Segundo Cristiane Coronel, a própria pigmentação de cada vegetal possui fitonutrientes que os protegem da luz solar, insetos, fungos e bactérias. “Por isso, encontramos essas substâncias nos vegetais mais coloridos: verde-escuros, roxos, alaranjados, vermelhos, rosa e amarelos”, explica a profissional dando mais alguns exemplos como a beterraba, mamão, morango, almeirão, laranja, romã, melancia, uva, salsa, canela entre outros.

Veja abaixo!

– Couve-manteiga: Rica em flavonoides, o vegetal verde-escuro ainda possui minerais como cálcio, ferro e fósforo que completam o quadro de nutrientes essenciais para o nosso organismo. A couve possui propriedades anti-inflamatórias e beneficia a saúde do coração.

– Pimentão: Verde, vermelho ou amarelo, os pimentões são ricos em carotenoides e flavonoides, que os conferem a propriedade antioxidante. Esses alimentos ainda são ricos em vitaminas A e C que fortalecem o sistema imunológico e beneficiam a saúde dos olhos.

– Acerola: A pequena frutinha é extremamente rica em vitamina C e do complexo B. Fonte de antioxidantes, ela é relacionada ao combate dos radicais livres, retardando o envelhecimento precoce das células e auxiliando na prevenção do câncer.

– Limão: Com fitonutrientes em sua casca e também no suco, o limão é responsável por melhorar a imunidade do organismo, diminuir o inchaço, prevenir contra o câncer e doenças cardiovasculares. Além disso, a fruta é rica em fibras alimentares e vitamina C.

– Beterraba: De cor forte e marcante, a beterraba contém fitonutrientes que previnem o envelhecimento e o câncer, fortalecem o sistema nervoso e mantém o nosso fígado saudável. Podemos encontrar no vegetal outras substâncias como o ferro, potássio e vitamina B1 que contribuem para um organismo saudável..

Recomendação de consumo de fitonutrientes para um adulto saudável. 

Moderação e variação são as palavras chaves para uma alimentação saudável, afinal, equilibrar nutrientes e variar na ingestão das substâncias que podem proporcionar bem-estar para o seu organismo é a melhor forma de absorver todos os benefícios que os alimentos podem trazer.

A recomendação é comer o mais variado em cores possível. A variedade de cores é o grande segredo de concentração de fitonutrientes e suas funções garantidas em um organismo saudável. Coma colorido no almoço e jantar que garantiremos no mínimo 5 tipos de fitonutrientes diferentes na alimentação”, finaliza a nutricionista.

OBS: No grupo dos fitonutrientes, as vitaminas e os minerais não se encaixam, pois fazem parte de uma nova categoria de nutrientes.

* Dra. Cristiane Coronel Nutricionista (CRN1-4551)

 

Seu estilo de vida atual está prejudicando você?

Hoje, iremos levá-lo a estar ciente do que você realmente come e dos perigos associados a este.

Por que a carne é ruim para sua saúde?

carne

Há uma grande quantidade de evidências que nos alertam sobre os riscos para a saúde de comer carne, por isso estou me referindo à carne vermelha e branca. Eles têm alto teor de gordura e colesterol, fibra mínima e estão associados a um risco aumentado de muitas doenças crônicas terem sido associadas a obesidade, doenças cardíacas, câncer, diabetes e muitas outras doenças crônicas e mortais.

dairy

Há evidências convincentes que mostram que os produtos lácteos estão associados a uma grande variedade de doenças humanas graves, incluindo vários tipos de câncer, doenças cardiovasculares, diabetes e uma série de doenças relacionadas a alergias. Uma dieta livre de lácteos agora está demonstrando ser uma das formas mais eficazes de melhorar drasticamente a saúde.

Por que a farinha de trigo refinada branca, o pão e o arroz são ruins para sua saúde

Estamos consumindo enormes quantidades de alimentos à base de plantas, com destaque: grãos refinados (pão branco, macarrão branco e arroz branco), que são despojados de muitos de seus nutrientes e fibras alimentares.

junk food

É um fato que as pessoas que comem muitos grãos refinados estão em maior risco de obesidade e diabetes tipo 2. A pesquisa mostra que o consumo de produtos refinados é a principal causa de doenças e distúrbios como diabetes, doenças cardíacas e problemas cardiovasculares. Eles também foram conectados a alergias, anorexia, perda óssea, depressão, doença celíaca e intolerância ao glúten.

Agora, além disso, eu quero ter certeza de que você está ciente dos perigos de muita gordura, açúcar e sal.

Nossas escolhas alimentares moldam nossa saúde, e os alimentos que compõem nossa dieta padrão estão moldando nossa saúde para o pior. T. Colin Campbell, PhD, autor do The China Study, chama gordura, açúcar e sal de:Os três demônios“.

Muitos problemas de saúde hoje estão ligados a maus hábitos alimentares. Muitas pessoas comem muito gordura saturada, adicionaram açúcares e adicionaram sal. Mesmo reduzindo isso por pequenas quantidades pode nos tornar mais saudáveis. Isso pode nos ajudar a gerenciar melhor nosso peso e reduzir o risco de doenças crônicas como doenças cardíacas, hipertensão arterial, AVC, diabetes tipo 2, alguns tipos de câncer e doença renal crônica.

É um fato que, na fabricação de uma grande maioria dos alimentos processados de hoje, as principais considerações do fabricante são o gosto, a sensação bucal, a aparência, a vida útil e o lucro. Infelizmente, as considerações importantes, que são o valor nutricional do produto e o efeito que o produto terá sobre o bem-estar do consumidor, nem sempre são chamados a atenção que merecem.

Esta triste supervisão resultou na proliferação de produtos alimentares muito atraentes, muito saborosos e duradouros que têm como ingredientes principais, açúcar refinado, grãos altamente refinados, gorduras altamente refinadas, hidrogenadas e muito sal.

Açúcar
O açúcar contém calorias, mas poucos nutrientes, de modo a comer muito açúcar adicionado e alimentos açucarados e bebidas em vez de outros alimentos saudáveis podem tornar sua dieta menos nutritiva. Uma alta ingestão de açúcar pode levar a ganhar peso e desenvolver diabetes tipo 2 e doenças cardíacas.

Sal
Você precisa de um pouco de sal para uma boa saúde, mas só é necessário em pequenas quantidades. Comer demais sal pode aumentar o risco de desenvolver pressão arterial alta, que é um fator de risco para doença cardíaca, acidente vascular cerebral e doença renal crônica.

Gordura
A gordura é uma parte essencial da nossa dieta e é importante para uma boa saúde. Existem diferentes tipos de gorduras, com algumas gorduras sendo mais saudáveis do que outras. Para ajudar a garantir que você fique saudável, é importante comer gorduras insaturadas em pequenas quantidades como parte de uma dieta equilibrada, mas minha própria recomendação pessoal é que você nunca exceda 20 gramas de gordura em qualquer refeição.

Quando consumido em grandes quantidades, todas as gorduras, incluindo gorduras saudáveis, podem contribuir para ganhar peso. A gordura é maior em energia (kilojoules) do que qualquer outro nutriente e, portanto, comer menos gordura em geral provavelmente ajudará com a perda de peso, além de melhorar a saúde.

Gorduras não saturadas – As gorduras boas

As gorduras insaturadas são uma parte importante de uma dieta saudável. Essas gorduras ajudam a reduzir o risco de doença cardíaca e menores níveis de colesterol (entre outros benefícios para a saúde) quando substituem gorduras saturadas na dieta.

Existem dois tipos principais de gorduras insaturadas:

Gorduras poliinsaturadas

Gorduras de ômega-3 que são encontradas em peixes, especialmente peixes oleosos, chia e linhaça.

Omega-6 gorduras que são encontradas em alguns óleos, como cártamo e óleo de soja, juntamente com algumas nozes, incluindo as Castanhas do Pará.

Gorduras monoinsaturadas

Gorduras monoinsaturadas

Encontrado em azeite e óleo de canola, abacates e algumas nozes, como cajus e amêndoas.

Gorduras saturadas – Gorduras ruins

Comer maiores quantidades de gordura saturada está associada a um risco aumentado de doença cardíaca e níveis elevados de colesterol no sangue. Essas gorduras são geralmente sólidas à temperatura ambiente e são encontradas em:

Produtos à base de animais: 

Alimentos lácbad fatsteos – como manteiga, nata, leite integral e queijo

Carne – como cortes gordurosos de carne bovina, porco e cordeiro e frango (especialmente pele de frango), carnes processadas como salame.

Muitos problemas de saúde hoje estão ligados a maus hábitos alimentares. Muitas pessoas comem muito gordura saturada, adicionaram açúcares e adicionaram sal. Mesmo reduzindo isso por pequenas quantidades pode nos tornar mais saudáveis. Isso pode nos ajudar a gerenciar melhor nosso peso e reduzir o risco de doenças crônicas como doenças cardíacas, hipertensão arterial, AVC, diabetes tipo 2, alguns tipos de câncer e doença renal crônica.

Alguns produtos derivados de plantas:

Azeite de dendê, Coco, Leite e creme de coco, Cozinhar com margarina ou manteiga,

Muitos alimentos fabricados e embalados:

Lanches gordurosos (como batatas fritas, biscoitos salgados)cookies

Alimentos descontínuos fritos e gordurosos (como hot chips, pizza, hambúrgueres)

Bolos e muffins com alto teor de gordura

Pastelarias e tortas (incluindo quiche, tortas, pãezinhos de salsicha, pastéis, croissants)

Biscoitos doces e salgados.

Gorduras trans – Piores gorduras

 

As gorduras trans são gorduras insaturadas que foram processadas e como resultado, comportam-se como gorduras saturadas. Comer gorduras trans aumenta os níveis de colesterol “ruim” e diminui os níveis de colesterol “bom” no organismo, que é um importante fator de risco para doença cardíaca.

pizza and stuff

É importante reduzir as quantidades de gorduras trans que você come para ajudá-lo a permanecer saudável e, para isso, você deve estar ciente do que você realmente come. Você deve começar a verificar as etiquetas nos alimentos que você compra.

As gorduras trans são encontradas em muitos alimentos embalados e também em manteiga e algumas margarinas.

Tente manter o olho nheart attacka quantidade total de gordura que você come e que tipo de gordura é isso. Minha recomendação é comer mais de 20 gramas de gordura por refeição.

Esta prática de estilo de vida saudável é pedir que você esteja ciente do que você realmente come. Pense antes de comer. Faça escolhas saudáveis. No mínimo, limite o consumo de gordura, açúcar e sal. Para a melhor saúde limite seu consumo de produtos de origem animal, carne, produtos lácteos e tudo relacionado aos animais.

No Spa Match Point você encontrará seu programa alimentar e estilo de vida apropriado para prevenção e tratamentos de saúde com um “Estilo de Vida Saudável”. Venha a nos conhecer, pare de sofrer enxaquecas, hipertensão, diabetes tipo 2, tratamentos e prevenção de câncer….Dietas alcalinas

Antônio Fischer:
Nutricionista do Match Point Spa- Wellness Center
Pós Graduado em Alimentos Funcionais e Qualidade de Vida Unasp
Raw Food Chef by Graff Academy of Raw Food Nutrition USA
Nutrição de Alta Qualidade
Spa Phone: +55 11 4584-2154

 

 

 

I Coríntios 10:31
“Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.”

 

 

 

Porque comer Alimentação Crua (Raw Food)

rawfood_1e2

Alimentando-se com uma dieta rica em enzimas que consiste em frutas cruas (raw fruits), vegetais, brotos, nozes, sementes, grãos e algas marinhas, poderá você profundamente aumentar as chances de alcançar uma ótima saúde.
Comendo demasiadamente alimentos cozidos, estes colocam uma tremenda tensão sobre o corpo. Para entender esta verdade, você precisa entender o papel das enzimas no corpo. Enzimas estão nas células de cada planta ou animal. Á atividade das enzimas são as que realizam um trabalho biológico desde piscar um olho, mover um dedo ou ter om pensamento.
Quando nós comemos, necessitamos das enzimas para ajudar na digestão do nosso alimento.

rawfood_3

Se o alimento que ingerimos é cru, como frutas, saladas e outros, todas as enzimas que precisamos se encontram aí nos alimentos crus e prontos para trabalhar para nos.

rawfood_4

Se o alimento é cozido a uma temperatura superior a 48°C, a esta temperatura ocorre a morte natural das enzimas por calor, assim nosso corpo precisa manufaturar suas próprias enzimas digestivas. Isto é um problema? Veganos restritos ou Raw Fooders acreditam que sim. O Pai do conceito da enzima alimentar, Dr Edward Howell, argumenta que quando o corpo está ocupado digerindo alimentos, este é incapaz de desviar energia para outras tarefas. Esta é uma espécie de cabo-de-guerra entre enzimas digestivas e as necessidades do corpo para limpeza, cura e construção. Desta forma sem um adequado suprimento de enzimas metabólicas de tempo em tempo, nos sofreremos.

rawfood_5

Qual é este sofrimento? Este sofrimento parece uma doença, indigestão, constipação, ponto de idade, rugas, pele ruim, declínio da visão, declínio de memória, mudanças de humor, irritabilidade, alergias, brancos na memória e cândida.
Com o tempo o corpo perde a capacidade de produzir enzimas suficientes para compensar a falta de enzimas provenientes de alimentos crus. Quando chegamos a ter uma baixa produção de enzimas para tocar as necessidades do corpo, nos morremos.
Uma dieta rica em laticínios, carnes pão e alimentos cozidos, cafeína e álcool, como a dieta americana e de muitas famílias no nosso País, não são somente sem enzimas como também criam um estado ácido no corpo que vão causar uma série de problemas de saúde entre eles o câncer. No nível celular nosso corpo precisa estar em estado alcalino para trazer nutrientes e oxigênio eficientemente e expelir toxinas.
A nossa recomendação é ingerir diariamente uma dieta in natura que alcance pelo menos 75% do total ingerido, se você está com problemas de saúde mais graves siga uma dieta Raw Food 100%, bem orientada que é uma especialidade do Match Point Spa

 

Antonio Fischer: Nutricionista do Match Point Spa
Wellness Center
Pós Graduado em Alimentos Funcionais e Qualidade de vida Unasp
Raw Food Chef by Graff Academy of Raw Food Nutrition USA
Nutrição de Alta Qualidade

Spa Phone: 55 11 4584-2154

Você é o que você come! Veja como é sábia esta afirmação

Olá Amigos, já ouviram muitas vezes falar:

Você é o que você come! Isso é certo, certo … Você é o que você come!

voceehoquevocecome

O que quero dizer com isso? Se você optar por colocar alimentos que são processados e sem valor nutricional, com calorias vazias para seu corpo, seu corpo reagirá, o poder imunológico despencará e você ficará rapidamente doente.

Deveremos repensar em nossas escolhas, segue a dica

 

Faça o seu melhor para evitar:

★ alimentos embutidos

★ Carnes vermelhas principalmente / frutos do mar

★ alimentos geneticamente modificados

★ conservantes de alimentos

★ aditivos alimentares

★ gorduras não saudáveis como canola, óleo vegetal, ácidos graxos trans. e gorduras hidrogenadas.

★ cozinhar em fornos de microondas

 

Faça o seu melhor para incluir:

 

★ alimentos orgânicos e integrais, (arroz, pão e massas).

(Frutas 4 à 8 porções ao dia) Folhas e legumes. Oleaginosas e Sementes como chia e linhaça 1 colher de sopa ao dia
★ água filtrada

★ Sais marinhos de qualidade

★ gorduras de qualidade (como óleo de coco, azeite, manteiga de uma fonte alimentada com pastagem)

★ Ovos orgânicos

★ alimentos não geneticamente processados

 

Pratique Atividades Físicas
Beba 8 copos de água ao dia

 

Você ficará surpreso quanto melhor você vai se sentir apenas fazendo essas mudanças de estilo de vida.

 

 

Att

 

Manuel Antonio Macho Fischer: Nutricionista do Match Point SpaWellness Center CRN3 32380

Pós Graduado em Alimentos Funcionais e Qualidade de vida Unasp

Raw Food Chef by Graff Academy of Raw Food Nutrition USA
Nutrição de Alta Qualidade

Spa Phone: 55 11 4584-2154

Logo_atmosfera_verde