dietaveganNas dietas recomendadas, muitas frutas estão previstas para quem quer ter mais saúde.

Silver Spring, EUA … [ASN] De acordo com um novo estudo realizado pela Loma Linda University Health, os homens que consomem uma dieta vegana têm um terço menos de probabilidade de desenvolver câncer de próstata. O estudo, publicado na edição de janeiro da American Journal of Clinical Nutrition (Revista Americana de Nutrição Clínica), encontrou uma redução de risco tanto em homens brancos quanto em homens negros que praticaram o veganismo – uma dieta sem carnes, produtos lácteos e ovos.

Leia também:
Carne vermelha pode causar câncer, diz OMS
Ovolacto vegetariano, lacto vegetariano ou vegano?

“Se você já é um homem vegano, alegre-se porque você terá um risco muito menor de contrair câncer de próstata”, disse o Dr. Gary Fraser, diretor do estudo, para a Revista Adventista. “Se você não é vegano, tenha em mente que a dieta ovo-lacto-vegetariana e a dieta pesco-vegetariana (que inclui peixes), não deu nenhuma evidência de proteção ao se comparar com a dieta dos adventistas não vegetarianos”, ressaltou.

Este estudo, que representa uma análise de 26.346 homens que participaram na relevante Adventist Health Study-2 (Estudo sobre Saúde Adventista -2), examinou a correlação existente entre o câncer de próstata e as dietas de alimentação seguidas por homens que consumiam carne (não vegetarianos), os que consumiam um pouco de carne (semi-vegetarianos), os que consumiam produtos lácteos e ovos, mas não carne (ovo-lacto vegetarianos), os que consumiam somente peixes (pesco-vegetarianos), e os que não consumiam produtos de origem animal (veganos).

Os veganos são diferentes dos seguidores de outras dietas ao consumir mais frutas, vegetais, nozes e produtos de soja. Outra diferença importante é que eles não consumem produtos lácteos nem ovos.

“Portanto, seria razoável procurar minimizar o uso de produtos lácteos e maximizar o consumo de frutas, vegetais, nozes e soja — particularmente se há uma história familiar de câncer de próstata”, compartilhou Fraser.

O médico, no entanto, advertiu que “esta mensagem sobre os produtos lácteos é até este momento somente uma dedução lógica, em vez de um resultado”. Ele acrescentou que sua equipe planeja em breve colocar esta mensagem diretamente à prova e informar sobre ela.

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens e é responsável por 27 por cento de todos os casos de câncer entre os homens, de acordo com a American Cancer Society (Sociedade Americana de Câncer).

Porém, os homens adventistas sobre os quais o estudo se baseou experimentaram aproximadamente um terço menos incidência de câncer de próstata se eram veganos, diz o estudo de saúde da Universidade de Loma Linda, uma instituição adventista situada no sul da Califórnia.

Dieta recomendável
“No total, foram identificados 1.079 casos de câncer de próstata. Aproximadamente oito por cento da população abrangida pelo estudo se manifestou como seguidora do veganismo. As dietas veganas mostraram estatisticamente uma relação em termos de proteção contra o risco do câncer de próstata”, diz o resumo do estudo publicado na Revista Americana de Nutrição Clínica. Ainda não é clara, no entanto, a relação precisa entre a dieta e o câncer de próstata.

“Sendo que as pessoas não consomem alimentos individuais, mas combinações de alimentos, a avaliação dos hábitos alimentares pode oferecer valiosa informação para determinar as associações entre a dieta e o risco de câncer de próstata”, declarou Loma Linda University Health, via e-mail, em um comunicado.

O médico Peter N. Landless, diretor do departamento do Ministério da Saúde da Igreja Adventista mundial, disse que o resultado do último estudo não era realmente surpreendente.

“Existe forte evidência que apoia os muitos benefícios de uma dieta equilibrada baseada em produtos de origem vegetal”, disse Landless. “É interessante e emocionante notar as diferentes propriedades de proteção nas diferentes dietas, mesmo entre as várias assim chamadas dietas vegetarianas (totalmente vegetariana ou vegana, ovo-lacto vegetariana e pesco-vegetariana”, salientou.

“Observamos proteção estatisticamente significativa contra o câncer de próstata no grupo de veganos de raça branca do AHS2, com uma tendência não significativa entre os veganos de raça negra, e lidamos com o benefício protetor do consumo de lácteos em relação ao câncer colorretal. Os epidemiologistas e peritos em estatística estão enfrentando quase tantas perguntas como respostas geradas por vários estudos. Não há dúvida de que uma dieta livre de carne é mais saudável que uma dieta que a inclua. Por muito tempo, temos recomendado que os produtos lácteos sejam usados com muita moderação e como condimento, por assim dizer”, reforça.

O médico colocou, inclusive, a pergunta lógica que muitos esperariam: “Por que não simplesmente recomendar uma dieta vegetariana total para todos?”

“Os seres humanos dependem de fontes dietéticas de vitamina B12; mas em muitas partes do mundo, os produtos lácteos são a única fonte desta vitamina essencial para os vegetarianos”, disse. “Quando a vitamina B12 está disponível e é economicamente acessível, a dieta vegetariana total é muito saudável. Motivo todas as categorias de vegetarianos a suplementar seu consumo de vitamina B12, ainda de forma mais intencional com o aumento da idade, quando os processos de absorção desta vitamina se tornam mais lentos. O estudo presente se baseia na população dos Estados Unidos, embora os resultados possam muito bem extrapolar a população global (pessoas de raças branca e negra, conforme especificado anteriormente), mas não as circunstâncias socioeconômicas”, acrescentou.

Peter Landless resumiu sua resposta ao novo relatório de saúde da Universidade de Loma Linda, da seguinte forma: “como recomendação geral, cremos que é seguro e saudável consumir uma dieta vegana bem equilibrada (suplementada). Pedimos àqueles que consomem produtos lácteos a fazê-lo com a máxima moderação e a usar preparações sem gordura ou com pouca gordura. Queremos destacar que o ideal é uma dieta balanceada, com produtos de origem vegetal”, conclui. [Equipe ANN, Andrew McChesney]

Entrevista da ASNTV sobre alimentação saudável:
Antonio Fischer: Nutricionista do Match Point Spa
Pós Graduado em Alimentos Funcionais e Qualidade de vida Unasp
Raw Food Chef by Graff Academy of Raw Food Nutrition USA
Nutrição de Alta Qualidade
Spa Phone: 55 11 4584-2154